Conheça mais sobre a sexualidade feminina

Rate this post

Durante séculos, a sexualidade feminina tem gerado controvérsias, opiniões e questões, tem sido objeto de inspiração literária e poética, foi retratado em um sem número de obras de arte e tem sido utilizado como argumento principal de grandes filmes.

Alguma mulheres começaram a tomar estimulantes sexuais masculinos como o Max Power Force, com o intuito de aumentar sua libido e proporcionar mais prazer para seu parceiro.

Os tempos mudaram e com eles as ideias preconcebidas sobre este tema. O cumprimento de funções no casal é cada vez mais fraco e agora é muito mais visível a igualdade de gêneros, uma sociedade onde as mulheres compartilham os mesmo deveres, direitos e oportunidades que os homens.

Diana Braga, Psicóloga e Sexóloga, nascida em Cali – Colômbia, tem uma experiência de mais de 7 anos em terapia familiar, sexologia e sexualidade humana.

De acordo com Diana, a sexualidade não só se trata de dinheiro que me falta, tem que ver com as ideias, os pensamentos, os sentimentos, fantasias e desejos.

O desejo sexual surge de boas lembranças e não apenas de estrogênio, o que significa que a menopausa é completamente possível desfrutar da sexualidade

A sexualidade é um aspecto central do ser humano, presente ao longo de toda a sua vida, o que inclui o erotismo, o prazer e a reprodução. No entanto, na mulher, a fertilidade ou capacidade para se reproduzir é finita, devido a que os óvulos acabam por se entre os 40 e 60 anos de idade, o que gera a menopausa.

Há que ter presente que, com a chegada da menopausa aparecem alterações hormonais que fazem com que a vagina não possa responder adequadamente, com uma boa lubrificação, perante o estímulo de excitação. Esta é só uma fase completamente natural e necessária nas mulheres, pois só basta pensar nos riscos que poderia ter uma mãe para os 70 ou 80 anos.

Assim, para manter a elasticidade, a espessura e a lubrificação vaginal, deve-se evitar a falta de estrógeno, supliéndolos através de óvulos ou cremes. Uma recomendação ao ter relações sexuais nesta fase da vida é usar lubrificantes à base de água.

Além disso, a Psicóloga Diana assegura que é preciso se concentrar na experiência para que a mente divague e seja um momento satisfatório para ambos.

“O cérebro é o órgão sexual mais importante que temos”. Diana Braga.

É importante compreender que uma vida sexual plena inclui uma boa resposta sexual, este é um ciclo que começa com o desejo sexual e termina com a conclusão da relação sexual.

“Uma vida sexual plena inclui uma boa resposta sexual, poder-se entender que a outra pessoa tem seu ritmo, seus momentos e seus estímulos efetivos particulares e que ambos devem dançar nesse ritmo”. Diana Braga.

Cuidar do corpo é saudável e sensual

Se bem que para os homens, predomina a visão das mulheres é preponderante o estímulo da audição, por isso é que estes dois fatores se tornam tão evidentes nas relações sexuais, sendo as mulheres as que mais gostam de ser ouvidas nesse momento.

Assim, um bom perfume, um sorriso, uma pele impecável e brilhante são a chave essencial para desfrutar das carícias suaves de um parceiro de vida que foi escolhido para consagrar a sexualidade. É importante não estigmatizar o corpo e que o cuidado seja considerado como um elemento indispensável para se ter uma vida sexual saudável. Preocupar-se por ter uma aparência agradável favorece a aproximação e as expressões de amor, assim como uma adequada e comunicação no casal.

Com os anos, a sexualidade pode se transformar, mas deve permanecer, isto quer dizer que é absolutamente necessário compreender que a passagem do tempo não pode diminuir o seu valor, mas que justamente deve proporcionar-lhe mais.

Se quiser saber como colocar em prática, isso, assista o vídeo abaixo, em que a Psicóloga Diana revela-nos 5 grandes segredos e recomendações para que as mulheres reais como você, possam viver uma sexualidade sonhada:

O cuidado integral do corpo e da conexão do amor com essa pessoa escolhida, são elementos que proporcionarão um maior bem-estar em sua sexualidade.

Conte-nos como você vive e aproveita a tua sexualidade e que você tem dúvidas sobre o assunto!